A Vida de Sarah (Chaiêi Sará) – por Ap.Yves Garcia

Gênesis. 23:1– 25:18 (Parashá – Porção)

1 Reis 1:1-31 , 1 Cor 15:50-57 (Haftará – Profetas, Escritos e o Novo Testamento)

A parashá tem como titulo a Vida de Sara, mas começa relatando a Morte da Matriarca, uma Mulher exemplar que esteve sempre ao Lado de Seu Marido, onde o texto sagrado faz questão de Relatar os dias de sua vida que foram: cento e vinte e sete anos, ou seja, cem, vinte, Sete, onde percebemos que ela mesmo passando dificuldades, foi fiel as promessas que D-us fez ao Patriarca Abraão, pois seu exemplo de fé nos ensina que crer em ter um filho com idade avançada seria
talvez sua maior prova de Fé, e ela soube ficar firme pois foi Abraão quem recebeu as promessas, mas foi ela quem acreditou que teria um Filho. Percebemos uma mulher de personalidade forte, pois teve que tomar decisões necessárias para que a Promessa se cumprisse, como no caso de Agar, quando a expulsou de sua casa com seu filho Ismael. Uma mulher que após sua morte foi sepultada com todas as honras por seu esposo, mostrando a importância vital de sua conduta e testemunho, Sara foi uma mulher Virtuosa que será exemplo para todas as Mulheres que querem fazer a diferença no Reino de D-us. Na continuação dos eventos vemos Abraão mandar seu Servo buscar uma esposa para seu filho Isaque para não comprometer a linhagem por quem se cumpriria as Promessas aos descendentes de Abraão, e acontece algo que serve de Exemplo para minha e sua vida, quando o servo do Patriarca vai ao encontro da futura esposa de Isaque, ele suplica a D-us que não deixe ele escolher a mulher errada, pois queria vê se cumprir o desejo de Abraão, e aprendemos com isso que mesmo Abraão possuindo as promessas, o Servo não ficou disperso como se tudo já estivesse “Ganho”, mas não esqueceu de buscar ao ETERNO, e isso tem que ser nossa conduta do dia a dia, mesmo sabendo que D-us é por Nós, nunca devemos esquecer de D-us para saber se as coisas que fazemos está de acordo com sua vontade, e pedindo para que Ele nos mostre o melhor caminho para Seguir. Outro ponto interessante da Mulher Escolhida para ser Esposa de Isaque, chamada Rebeca, foi o Caráter dela, pois Ela oferece Água ao Servo de Abraão, e ainda de boa Vontade dá de beber aos Seus Animais, e como se tratava de uma comitiva, ela foi varias vezes buscar água no poço, para que todos os animais ficassem saciados, mostrando de fato que era a Mulher ideal para Isaque. Isaque Casa-se com Rebeca, no entanto era estéril, mas Isaque Fez algo que serve de Exemplo para todos aqueles casais que ainda não possuem filhos, OROU A D-US, e não foi só uma oração, pois em Genesis 25:21 diz: Que D-us Ouviu suas Orações e Atendeu, mostrando assim Vontade que Isaque tinha em ver sua esposa Gestante. D-us é Fiel, e nunca desampara seus Filhos.

Fazendo uma Correlação (Midrash) – Haftará


Em 1 Reis vemos os últimos dias da vida do grande Rei Davi, e como as coisas acontecem para evitar o cumprimento profético na descendência de Davi, pois o filho que seria consagrado Rei seria Salomão, e Adonias seu outro filho tentou Reinar contra a vontade do rei Davi, mas D-us intervém usando seu profeta Natã para evitar o reinado de Adonias. Existe uma semelhança do Reinado de Salomão e com Será o de Cristo, pois assim como Salomão Tipificou um Reino de Paz, assim Serão nos Dias do Messias, Os Judeus Reinando com Messias e as nações Subindo a Jerusalém para Adorar o Rei Messias no Seu Retorno a Terra. Em 1 Coríntios 15 vemos uma das passagens mais fantásticas do Novo Testamento, que se refere a Morte, pois vem de encontro com a Obra mais profunda do Messias(Sua crucificação), onde daria vida a Todos que estivessem mortos, Começando pelos Mortos Espirituais(Os Vivos) e Posteriormente os mortos Fisicamente(Os Sepultados que foram justos) , onde a Morte do Messias foi Necessária para Gerar à Ressurreição, pois Ele mesmo teve que carregar o Pecado e Crava-lo na Cruz, fazendo-se maldição em nosso lugar, onde todos aqueles que estavam nas Promessas feitas a Abraão(os Judeus) e os cristãos(A Igreja), recebessem o dom da Vida Eterna, que em vida Espiritualmente já temos(Judeus e Gentios Crentes), mas ainda é necessário que morramos fisicamente para aguardarmos a Ressurreição, e Eliminarmos de Uma Vez por toda a Morte, GLÓRIA SEJA AO SENHOR E BENDITO SEJA ELE, QUE NOS CRIOU PARA O LOUVOR DA SUA GLÓRIA. Nesta perspectiva divina toda a ideia de Reencarnação é excluída, pois o Proposito de D-us não visa apenas salvar a Alma ou Espirito, mas Toda a Nossa Natureza (Física de todo Homem), de modo que assim como Cristo Morreu, esse Mesmo Cristo que Andou com os Discípulos, esse mesmo Ressuscitou com seu corpo Físico para Cumprir o Desejo do Pai, Fica Claro quando diz para seu o Discípulo Tomé em Lucas 24:39:  Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. Que Possamos viver Crendo que Reinaremos com Cristo (Na Ressurreição), e Não Esquecendo Nunca que Espiritualmente Fazemos Parte do Reino dos Céus e já reinamos em Vida, por isso devemos viver dia a dia Cumprindo a Vontade de D-us em Nós.

Você Sabia?

Que no Midrash Bereshit Rabá 58:1, segundo a Versão de Rashi, que os dias da Vida de Sará foram íntegros em todas as Etapas, aos 100, 20, e aos 7?, e estão registados para nos mostrar que cada dia de nossas vidas são necessários para se cumprirem o proposito de D-us, assim como foram necessários para Sará também, Sempre convergiu para o Bem.

Anúncios

Deixe uma resposta