E Ele Viveu (Vaiechí) – por Ap. Yves Garcia

Leia: Gênesis 47:28-50:26 (Parashá – Porção)

1 Reis 2-1:12, 1 Pedro 1:3-9 (Haftará – Profetas, Escritos e o Novo Testamento)
Essa parashá (Porção) é a ultima do livro de Bereshit (Gênesis), e completa a história de Jacó e José, e as bênçãos proféticas de Jacó sobre seus filhos e Netos (Manases e Efraim). No relato desta porção no verso 28 diz o tempo que Jacó esteve no Egito que foram dezessete anos, os sábios Rabinos dizem que é uma alusão ao fato de José ter sido sustentado por seu Pai desde seus dezessete anos, e agora retribuíra ao
sustentar seu pai por dezessete anos também. É curiosos notar que o nome da porção chama-se Vaiechí (E Ele Viveu), mas relata os últimos dias de vida de Jacó, ou seja, quando somos justos diante de D-us e procuramos viver conforme sua vontade, mesmo que venhamos a morrer, estaremos vivos diante de D-us, pois temos a esperança da Ressurreição. Vemos Jacó pedindo ao seu filho José que jurasse para não o sepultar no Egito, mas junto com os seus pais Abraão e Isaque, e aqui vemos um dos princípios mais importante para manutenção do povo da promessa, Israel, eles não deveriam viver em terras estrangeiras, mas voltar e viver na terra de Canaã, a terra da promessa feita a Abraão e seus descendentes, assim percebemos que Jacó tinha clara compreensão disso, pois sabia da plena manifestação das bênçãos desta aliança, que viria quando o povo estivesse na terra prometida. Jacó abençoa os filhos de José, Manases e Efraim, de modo que passam a ser dele como Rúben e Simeão, e interessante que mesmo Manases sendo o primogênito, e Efraim que é abençoado com a benção de Abraão e Isaque, de modo que sua descendência seria maior que Manases, mas Jacó também diz que Manases será um grande povo, porém o mais novo será maior. No capitulo 49, nos deparamos com as bênçãos proféticas de Jacó sobre seus filhos, cito elas abaixo e farei um comentário com a história de cada tribo.
Gênesis 49:1;3-28
1 – DEPOIS chamou Jacó a seus filhos, e disse: Ajuntai-vos, e anunciar-vos-ei o que vos há de acontecer nos dias vindouros; (Aqui uma referencia para história futura do povo, mas também um anuncio para o fim dos tempos, onde D-us há de trazer Juízo sobre os pecados do seu povo e o das Nações, mas também promete que através do seu povo ele traria sua salvação, e todos que a aceitassem e vivessem nela, teriam seus pecados perdoados e viveriam no seu Reino, tanto judeus como Gentios);
3 – Rúben, tu és meu primogênito, minha força e o princípio de meu vigor, o mais excelente em alteza e o mais excelente em poder. 4 – Impetuoso como a água, não serás o mais excelente, porquanto subiste ao leito de teu pai. Então o contaminaste; subiu à minha cama. (Devido sua falta de temor e impetuosidade, a sua primogenitura foi tirada e passada a José, o Reino dado a Judá e o Sacerdócio a Levi, isso aconteceu acredito pelo fato de ter profanado o leito de seu pai ao deitar com Bila, uma das mulheres de Jacó (Israel), Gen. 35:22);
5 – Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência. 6 – No seu secreto conselho não entre minha alma, com a sua congregação minha glória não se ajunte; porque no seu furor mataram homens, e na sua teima arrebataram bois. 7 – Maldito seja o seu furor, pois era forte, e a sua ira, pois era dura; eu os dividirei em Jacó, e os espalharei em Israel. (Em Gen. 34:26, eles quebram o acordo, matam a fio de Espada Hamor e Siquém, e trazem Diná sua irmã, pois havia sido violada);
8 – Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. 9 – Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará? 10 – O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos. 11 – Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas. 12 – Os olhos serão vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite.
(Esta tribo foi de grande destaque, foi a primeira tribo a oferecer sacrifícios a D-us após a construção do tabernaculo no deserto, era a tribo que estava a frente no deserto, era a Tribo que após a morte de Josué conduziu o povo na conquista da terra. Dessa tribo que descende o Rei Davi, e Veio dessa tribo o Leão da Tribo de Judá, aquele que é cordeiro de D-us que tira o pecado do Mundo e virá em sua segunda vinda estabelecer seu Reino Milenar, onde todos os povos irão se prostrar diante dEle e dizer que é SENHOR, para glória de D-US Pai, e quem é Ele? É o Senhor Yeshua O Messias;
13 – Zebulom habitará no porto dos mares, e será como porto dos navios, e o seu termo será para Sidom. (Essa benção profetiza a proximidade territorial ao Porto de Sidom, e seu futuro relacionamento com os navegantes Fenícios);
14 – Issacar é jumento de fortes ossos, deitado entre dois fardos. 15 – E viu ele que o descanso era bom, e que a terra era deliciosa e abaixou seu ombro para acarretar, e serviu debaixo de tributo.(Além de receber bênçãos de Jacó receber de Moisés em Deuteronômio 33, o povo desta tribo era conhecidos pela dedicação a agricultura e plantio);
16 – Dã julgará o seu povo, como uma das tribos de Israel. 17 – Dã será serpente junto ao caminho, uma víbora junto à vereda, que morde os calcanhares do cavalo, e faz cair o seu cavaleiro por detrás. 18 – A tua salvação espero, ó SENHOR! (Era a tribo que guardava os Israelitas contra ataques surpresa, dela veio Sensão, que como uma víbora, venceu os filisteus em uma embosca);
19 – Quanto a Gade, uma tropa o acometerá; mas ele a acometerá por fim. (Foi uma grande tribo de guerreiros, e que ajudou a conquista da terra ao oeste);
20 – De Aser, o seu pão será gordo, e ele dará delícias reais. (Uma alusão às fartas oliveiras de sua terra);
21 – Naftali é uma gazela solta; ele dá palavras formosas. (Venceu com o General Barack, Sisrá (Juízes 4), Gazela talvez uma alusão a Débora, ao louvar a D-us agradecendo pela vitória);
22 – José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto à fonte; seus ramos correm sobre o muro. 23 – Os flecheiros lhe deram amargura, e o flecharam e odiaram. 24 – O seu arco, porém, susteve-se no forte, e os braços de suas mãos foram fortalecidos pelas mãos do Valente de Jacó (de onde é o pastor e a pedra de Israel). 25 – Pelo Deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-Poderoso, o qual te abençoará com bênçãos dos altos céus, com bênçãos do abismo que está embaixo, com bênçãos dos seios e da madre. 26 – As bênçãos de teu pai excederão as bênçãos de meus pais, até à extremidade dos outeiros eternos; elas estarão sobre a cabeça de José, e sobre o alto da cabeça do que foi separado de seus irmãos.(A tribo aqui recebe grandes bênçãos, mais tarde os nomes, Efraim, José, em algumas profecias tornasse quase sinônimos quando se refere a Israel);
27 – Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã comerá a presa, e à tarde repartirá o despojo.(Tribo que age com grande ataque porem com menos força, mais tarde essa tribo continua sendo protegida por Judá, assim como foi o caçula de Jacó, essa tribo continua aliada de Judá);
28 – Todas estas são as doze tribos de Israel; e isto é o que lhes falou seu pai quando os abençoou; a cada um deles abençoou segundo a sua bênção.
Fazendo uma Correlação (Midrash) – Haftará
I Reis 2:1-12
E APROXIMARAM-SE os dias da morte de Davi; e deu ele ordem a Salomão, seu filho, dizendo: Eu vou pelo caminho de toda a terra; esforça-te, pois, e sê homem.  E guarda a ordenança do SENHOR teu Deus, para andares nos seus caminhos, e para guardares os seus estatutos, e os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus testemunhos, como está escrito na lei de Moisés; para que prosperes em tudo quanto fizeres, e para onde quer que fores. Para que o SENHOR confirme a palavra, que falou de mim, dizendo: Se teus filhos guardarem o seu caminho, para andarem perante a minha face fielmente, com todo o seu coração e com toda a sua alma, nunca, disse, te faltará sucessor ao trono de Israel.E também tu sabes o que me fez Joabe, filho de Zeruia, e o que fez aos dois capitães do exército de Israel, a Abner filho de Ner, e a Amasa, filho de Jeter, os quais matou, e em paz derramou o sangue de guerra, e pôs o sangue de guerra no cinto que tinha nos lombos, e nos sapatos que trazia nos pés. Faze, pois, segundo a tua sabedoria, e não permitas que suas cãs desçam à sepultura em paz. Porém com os filhos de Barzilai, o gileadita, usarás de beneficência, e estarão entre os que comem à tua mesa, porque assim se chegaram eles a mim, quando eu fugia por causa de teu irmão Absalão. E eis que também contigo está Simei, filho de Gera, filho de Benjamim, de Baurim, que me maldisse com maldição atroz, no dia em que ia a Maanaim; porém ele saiu a encontrar-se comigo junto ao Jordão, e eu pelo SENHOR lhe jurei, dizendo que o não mataria à espada. Mas agora não o tenhas por inculpável, pois és homem sábio, e bem saberás o que lhe hás de fazer para que faças com que as suas cãs desçam à sepultura com sangue. E Davi dormiu com seus pais, e foi sepultado na cidade de Davi. E foram os dias que Davi reinou sobre Israel quarenta anos: sete anos reinou em Hebrom, e em Jerusalém reinou trinta e três anos. E Salomão se assentou no trono de Davi, seu pai, e o seu reino se fortificou sobremaneira.
Temos uma grande relação entre os versos da haftará, vemos aqui o Rei Davi antes de sua morte, assim como Jacó na parashá, orientando seu filho sobre como conduzir sua vida e evitar erros que poderiam custar caro, acredito que esse é o grande desafio para nossos dias, vemos como a correria do trabalho, compromissos financeiros e stresses, tem tirado o foco da criação dos filhos, Pais não tendo tempo para orientar com sabedoria a palavra de D-us ao seus filhos, e os mesmo ficando sem orientação espiritual e sem lições para a vida, devemos ser como o Rei Davi que mesmo antes da morte, aconselhou a Salomão não se afastar da obediência da Santa Lei de D-us, no qual o seu cumprimento geraria vida e não faltaria sucessor sobre o trono de Israel.
I Pedro 1:3-9
 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo, Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações, Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo; Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso; Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas.
Aqui o Apóstolo Simão Pedro faz semelhante, porém ele detecta um problema antes de acontecer, que seria a desmotivação de Manter a Fé viva no Messias em decorrência das muitas tribulações que muitos Crentes Passariam, e ele adverte que essas tribulações seria fogo que prova o Ouro, mas que ao serem provado sairia com sua Fé alicerçada na Rocha conforme a parábola conhecida como a do semeador (Matheus 13:18-22), agora qual seria a nossa lição dos textos? Que devemos nos preocupar em ensinar as coisas do Reino, e principalmente ser uma preocupação continua, de forma que não devemos deixar de nos preocupar e ensinar aos nossos discípulos, pois nossos dias são maus, e não devermos achar que as tribulações deixarão de existir, mas que em meio a elas nossos discípulos possam sair delas fortalecidos, e que aprendam que as tentações, provações e adversidades, às vezes sobrevêm sobre nós para nos aperfeiçoarmos e Não para nos afastar de D-us.
Você Sabia?
No livro Reflexões sobre a Torá do Rabino Moshe Grylak, diz na Página 66 que José criou Leis Econômicas que mantinham Equilíbrio do consumo de grãos, e evitava Agiotagem, Mercado Ilegal e Inflação dos Preços: que são elas:
1-      Nenhuma Pessoa poderia entrar com mais de um Burro;
2-      Ficou proibido levar o burro carregado de grãos de um lugar para outro;
3-      Para comprar grãos era necessário cadastrar o nome da pessoa, dos pais e Avós.
Deste modo José garantiria uma boa conservação dos grãos pra os demais anos de fome. 
Anúncios

Deixe uma resposta