Tetsavê – Ordena! – por Ap. Yves Garcia

Leia: Êxodo 27:20 – 30:10 (Parashá – Porção)
Ezequiel 43:10-27 Hebreus 13:10-16 (Haftará – Profetas, Escritos e o Novo Testamento)
Nesta porção temos as instruções de D-us sobre o azeite para o candelabro, a escolha de Arão e de seus filhos para o sacerdócio, os detalhes das vestes sacerdotais, sobre os sacrifícios e as cerimônias de consagração e os detalhes do altar do incenso.
Êxodo 27:20
20 – Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder às lâmpadas continuamente.
Esse azeite que servia como combustível para manter acessa as lâmpadas da Menorá, deveria ser puro, ou seja, o óleo da primeira prensa, e assim deveria ser feito. Nós temos aprendido e cremos ser a bíblia a palavra de D-us, deste modo todo discípulo e estudante das Escrituras Sagradas não devem ignorar os detalhes e segredos que se escondem por traz dos mandamentos do Senhor, e buscar nEle no Senhor, revelação para entende-los e aplicá-los em sua vida diária. Assim Jesus fazia quando ensinava por parábolas, as pessoas que não queriam compromisso com o Reino dos Céus não tinham o menor interesse em entender as parábolas, mas os discípulos que queriam entender e praticar, embora não entendesse sempre perguntavam a Jesus o significado, e recebiam revelação das parábolas, deste modo seja essa nossa atitude, em vez de ignorarmos os mandamentos, perguntarmos a D-us o significado, e como aprender os segredos que chamo de princípios, e o que seriam os princípios? Seriam os padrões pré-determinados por D-us para que o mandamento mantenha o principio inalterado, ou seja, o mandamento tem por finalidade manter estes princípios.  Assim em Cristo Jesus somos Sacerdotes Reais, povo santo, povo eleito, então precisamos ter sempre o azeite puro que Serve de Combustível para acender e elevarmos a D-us nosso espírito, mesmo passando lutas e problemas, assim como azeitona é moída para produzir óleo puro, que nossas vidas sejam assim, que produzamos a D-us orações com ações de graça mesmo quando perdemos nossas forças, pois é nestas lutas e fraquezas que o poder dEle se aperfeiçoa em nós.
Êxodo 28:3
3 – Falarás também a todos os que são sábios de coração, a quem eu tenho enchido do espírito da sabedoria, que façam vestes a Arão para santificá-lo; para que me administre o ofício sacerdotal.
Que tremendo! D-us nos enche com o seu Espírito para desempenharmos serviços específicos, aqui é claro que D-us capacitou pessoas especificas para fazerem as roupas de Arão e seus filhos, mas aqui existe algo de suma importância para nossas vidas e até o novo testamento confirmar isso, que aquele que quer ter sabedoria deve pedir a D-us em nome de Jesus,  Ele é a Fonte de toda a Sabedoria.
Êxodo 28:17-21
17 – E o encherás de pedras de engaste, com quatro ordens de pedras; a ordem de um sárdio, de um topázio, e de um carbúnculo; esta será a primeira ordem; 18 – E a segunda ordem será de uma esmeralda, de uma safira, e de um diamante; 19 – E a terceira ordem será de um jacinto, de uma ágata, e de uma ametista; 20 – E a quarta ordem será de um berilo, e de um ônix, e de um jaspe; engastadas em ouro serão nos seus engastes. 21 – E serão aquelas pedras segundo os nomes dos filhos de Israel, doze segundo os seus nomes; serão esculpidas como selos, cada uma com o seu nome, para as doze tribos.
No verso 10, diz que a ordem dos nomes e das pedras preciosas era conforme os nascimentos dos filhos de Jacó, deste modo, perceberam a importância destas tribos para dar continuidade aos propósitos de D-s e um memorial não pra D-us, e sim pra os próprios Israelitas para se lembrarem de seu verdadeiro propósito de serem feitos povo de D-us e sua importância pra vinda do Messias e a Restauração do homem e da terra que entrou em desequilíbrio por causa do pecado.   
A ordem das pedras preciosas e as Tribos:
1.      Rubi – Rubem
2.      Topázio – Simão
3.      Esmeralda – Levi
4.      Carbúnculo – Judá
5.      Safira – Issacar
6.      Diamante – Zebulon
7.      Opala – Dan
8.      Ágata – Naftali
9.      Ametista – Gad
10.  Crisólita – Asher
11.  Ônix – José
12.  Jaspe – Benjamin
Nos comentários bíblicos não há nenhuma explicação sobre o porquê de cada pedra preciosa representar os filhos de Israel, acredito que por serem pedras bonitas, raras e de bom valor, D-us queira confirmar como Israel é importante para Ele, e cada tribo tenha uma característica especifica tanto no presente como no futuro da nação. Essas pedras eram carregadas no peitoral simbolizando o perdão da injustiça conforme comentário da Torá.
Êxodo 28:29-30
29 – Assim Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do SENHOR continuamente. 30 – Também porás no peitoral do juízo Urim e Tumim, para que estejam sobre o coração de Arão, quando entrar diante do SENHOR: assim Arão levará o juízo dos filhos de Israel sobre o seu coração diante do SENHOR continuamente.
Êxodo 29:4-9
4 – Então farás chegar a Arão e a seus filhos à porta da tenda da congregação, e os lavarás com água; 5 – Depois tomarás as vestes, e vestirás a Arão da túnica e do manto do éfode, e do éfode, e do peitoral; e o cingirás com o cinto de obra de artífice do éfode. 6 – E a mitra porás sobre a sua cabeça; a coroa da santidade porás sobre a mitra.7 – E tomarás o azeite da unção, e o derramarás sobre a sua cabeça; assim o ungirás.8 – Depois farás chegar seus filhos, e lhes farás vestir túnicas.9 – E os cingirás com o cinto, a Arão e a seus filhos, e lhes atarás as tiaras, para que tenham o sacerdócio por estatuto perpétuo, e consagrarás a Arão e a seus filhos;
Temos aqui uma revelação que fará toda diferença no nosso relacionamento com D-us e Nosso Semelhante. Já aprendemos que cada detalhe das roupas representa princípios e verdades Eternas, então assim como no caso do sacerdote, nós devermos “usar” roupas especiais em nosso dia a dia, e que seriam essas roupas? É claro que em certo sentido representa nossas roupas físicas, que devem ser usadas com decência e pudor, e como essa palavra é importante, pessoas do mundo e muitos crentes perdem o senso na hora de se vestir, tanto homens como mulheres quando não estão vestidos de forma adequada, podem ficar sensuais a ponto de ser colocado em cheque se são pessoas que servem a D-us, não quero dizer uma pessoa que usa uma sandália ou bermuda, até por que se tratando de um momento de lazer podemos usar roupas mas esportiva, não estou me referindo a isso, mas para nós sabermos nos vestir adequadamente em cada ocasião, para que as pessoas possam ver em nós respeito e um bom testemunho.
Outra veste, e até mais importante que as veste físicas, são as vestes “Espirituais” as veste de “Atitudes”, cada detalhe da roupa do sacerdote eram representativos de verdades e atitudes que nunca deveriam faltar na vida de um sacerdote e deveriam ser continuas. Hoje nos nossos dias tanto a liderança como discípulos devem verdadeiramente está em vigilância em ralação à vida espiritual e o testemunho de servos de D-us, para estarmos revertidos das roupas espirituais e de boas atitudes, três coisas devem nortear a vida dos crentes: A Oração, o Estudo da Palavra e boas obras(Testemunho).
A Oração
Programar momentos de Oração e interseção, estar sempre com a mente ligada com as coisas do Reino dos Céus, participando de orações em sua congregação. Sem oração não conseguiremos alcançar vitorias, sem Ele não temos vida Espiritual, talvez alguém pergunte, se D-us já sabe o que vou falar por que orar? Devemos por que D-s quer que seus filhos falem com Ele, desenvolvam sua Fé Naquele que Criou todas as Coisas, e num relacionamento é preciso ter dialogo para que haja amizade e amor mutuo.
O Estudo
Como tem sido negligenciado por muitos crentes, que acham que pelo fato de fazer parte de uma determinada congregação já tem o passaporte carimbado para a eternidade, mero engano! Por causa desse pensamento muitas pessoas tem abandonado a Fé, pois não encontram consolo na palavra de D-us, pois a palavra não tem sido destacada nos ensinos das igrejas. Sem o estudo da palavra não temos como negarmos a nós mesmo, e adaptarmos a vontade de D-us, pois é ela que nos mostra o caminho de D-us. A leitura e a participação de cultos de estudos são alimentos que não podem faltar em nossas vidas com D-us.
Boas Obras (Testemunho)
Diz na Carta de Tiago, A Fé sem obras é morta! Nossos atos devem refletir aquilo que interiormente somos, devemos ter cuidado com o que falamos, olhamos, ouvimos, pegamos, cheiramos, pensamos, e como tratamos nosso semelhante, que é uma prova incontestável se de fato servimos a D-us, na bíblia não aceita a hipótese de alguém que se diz ser religioso ou servo de D-us e não tratar com amor seus semelhante. Sabemos que não é fácil tratarmos bem aqueles já nos causaram mal, porem tratar bem e orar pelos que nos perseguem é o remédio para curar nossa falta de amor.
Êxodo 30:1
1 – E FARÁS um altar para queimar o incenso; de madeira de acácia o farás.
O Lugar onde se acendia incenso que subia perante a presença de D-us. O Incenso é símbolo de nossa oração diante de D-us, nossas orações sobem como aroma suave, pois uma atitude que agrada o coração quando em oração o pecador se arrepende, a oração deve ser um momento de humilhação e reconhecimento de tudo que D-us representa para cada um de nós, apocalipse 8:3-4, diz: 3 – E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. 4 – E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus. Isso é muito importante, anjos vem buscar nossas orações numa atitude que confirma que D-us recebe nossas orações. A Oração deve ser um dos pilares que sustentam nossa fé, não orações vazias, mas orações sinceras que agradem a D-us, com humilhação e ações de graças.
Fazendo uma Correlação (Midrash) – Haftará
Ezequiel 43:10-17
10 – Tu, pois, ó filho do homem, mostra à casa de Israel esta casa, para que se envergonhe das suas maldades, e meça o modelo. 11 – E, envergonhando-se eles de tudo quanto fizeram, faze-lhes saber a forma desta casa, e a sua figura, e as suas saídas, e as suas entradas, e todas as suas formas, e todos os seus estatutos, todas as suas formas, e todas as suas leis; e escreve isto aos seus olhos, para que guardem toda a sua forma, e todos os seus estatutos, e os cumpram. 12 – Esta é a lei da casa: Sobre o cume do monte todo o seu contorno em redor será santíssimo; eis que esta é a lei da casa. 13 – E estas são as medidas do altar, em côvados (o côvado é um côvado e um palmo): e o fundo será de um côvado de altura, e um côvado de largura, e a sua borda em todo o seu contorno, de um palmo; e esta é a base do altar. 14 – E do fundo, desde a terra até a armação inferior, dois côvados, e de largura um côvado, e desde a pequena armação até a grande, quatro côvados, e a largura de um côvado. 15 – E o altar, de quatro côvados; e desde o altar e para cima havia quatro pontas. 16 – E o altar terá doze côvados de comprimento, e doze de largura, quadrado nos quatro lados. 17 – E a armação, catorze côvados de comprimento, e catorze de largura, nos seus quatro lados; e o contorno, ao redor dela, de meio côvado, e o fundo dela de um côvado, ao redor; e os seus degraus davam para o oriente.
 As medidas desse nosso templo diferem do dado no Sinai, embora haja muitas opiniões dos estudiosos, a um consenso que este templo místico refere se a restauração de Israel e das nações, quando pelo Messias Jesus implantar seu reino de paz, justiça e alegria na presença de D-us. Uma relação muito interessante que existe entre a parashá é fato de o novo “templo” cumprir definitivamente o propósito iniciado pelo tabernaculo no Sinai.
Hebreus 13:10-16
10 – Temos um altar, de que não têm direito de comer os que servem ao tabernáculo. 11 – Porque os corpos dos animais, cujo sangue é, pelo pecado, trazido pelo sumo sacerdote para o santuário, são queimados fora do arraial. 12 – E por isso também Jesus, para santificar o povo pelo seu próprio sangue, padeceu fora da porta. 13 – Saiamos, pois, a ele fora do arraial, levando o seu vitupério. 14 – Porque não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a futura. 15 – Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome. 16 – E não vos esqueçais da beneficência e comunicação, porque com tais sacrifícios Deus se agrada.
Nestes versos vemos a profundidade de todos os símbolos que apontam para o Messias Jesus, o cordeiro pelo pecado era sacrificado fora do arraial, e sacerdotes não comiam do sacrifício, mas todos que ousam irem para fora do arraial pela fé, encontram se com o Messias que concede perdão de pecados, Yeshua Há Mashiach, tanto Judeus como Gentios. Talvez nesse momento você esteja precisando do verdadeiro perdão de D-s, eu convido vocês a buscarem em oração a D-us em nome do Messias Jesus de todo o coração, pois Ele é fiel e Justo para perdoar pecados, Ele é especialista em mudar vidas.
Você Sabia?
No comentário desta porção da “A Lei Moises”, da editora Sêfer, diz que o sumo sacerdote no dia do perdão Yom Kippur, vestia quatro roupas brancas de linho que são: A Túnica, Calça, Cinto e Tiara. Que significavam:
1.      A Túnica: Perdão dos pecados sanguíneos;
2.      A Calça: Perdão dos pecados sexuais;
3.      O Cinto: Perdão dos pecados os pensamentos maus;
4.      A Tiara: Perdão dos Pecados de Orgulho.
Anúncios

Deixe uma resposta